Fardos
Domingo 16/09/2018 às 20:56 | Arquivado em: Devaneios

Frequentemente eu me pegava pensando o que era pior: ansiedade ou depressão.

Se faz uma propaganda tão grande sobre os males da depressão que, por muito tempo, ela liderou o ranking de pior tubarão que eu tenho. Como eu mencionei no início deste parágrafo, no entanto, essa conclusão era baseada no externo. O sentimento é bem diferente.

Eu, antes de decidir tomar alguma providência quanto ao estado da minha saúde mental, sempre evitei me auto-diagnosticar e, por isso, sempre pensei que era algo passageiro, uma fase que logo passaria. É… Não foi bem assim.

Estou aqui, anos depois, ainda nesse sofrimento e ele cresce a cada dia. Achei que a depressão fosse coisa de adolescente e a ansiedade jamais chegaria perto de mim. Hoje eu posso dizer com bastante propriedade que eu estava bem enganada. A depressão me faz não ter vontade e não enxergar o futuro, enquanto a ansiedade me engole e me cobre com desespero a cada segundo que passo acordada. Não sei se meus pesadelos frequentes têm algo a ver com alguma das duas coisas.

Então, acho que nenhuma acaba por ser melhor ou pior. As duas são o maior fardo que eu carrego.



Posts Relacionados





Nenhum comentário em “Fardos”


Comentar